Se Você Só Tem 24h Em São Francisco: Um Guia Vegano

Ser vegan em São Francisco é maravilhoso // Fotos por: Sica Schmitz

 

Não tenho certeza se eu devo me sentir orgulhosa ou envergonhada de admitir isso, mas não é a primeira vez que planejamos uma viagem rápida baseada em comida. Minha mãe mora no norte de Washington e eu moro no sul da Califórnia, e por isso decidimos nos encontrar no meio do caminho em São Francisco para um tour em rápido em restaurantes pela cidade.

Café da manhã no Seed + Salt

Nós começamos nossa jornada pelo café da manhã no Seed + Salt, potencialmente o restaurante mais cuidadoso no qual eu já estive. Ele foi fundado em 2015 por uma empreendedora social e um ser humano inspirador Mo Clancy, que deixou sua carreira na indústria de beleza para criar um restaurante no qual ela podia realmente comer. É totalmente vegan, sem glúten, sem transgênicos e o único restaurante 100% orgânico de São Francisco. E enquanto termos como vegan, sem glúten e orgânico podem não ter as conotações mais apetitosas para alguns, fique seguro de que a comida não é só bonita como também é imensamente deliciosa e satisfatória.

A atenção aos detalhes não termina nos ingredientes. O restaurante opera num modelo de desperdício zero e todas as embalagens são recicláveis, compostáveis ou reutilizáveis.

Publicidade

Vamos tirar um momento para falar sobre o pão. Eu não não como sem glúten e não tenho muitas opiniões sobre pães sem glúten, entretanto, o Spouted S+S Nut Loaf é maravilhoso. E eu não quero dizer maravilhoso para um pão vegano e sem glúten, eu quero dizer maravilhoso como todo o resto.

Recomendações: S+S Breakfast Sandwich, Almond Butter + Chia Jam Toast, Love Muffin.

 

Almoço do outro lado da cidade no The Butcher’s Son

Depois de um café da manhã saudável e satisfatório, nós decidimos ir à outra ponta da cidade e pegamos o sistema de metrô local BART através da água até Berkeley. Essa cidade universitária liberal parecia estar cheia de opções veganas, mas nós só tínhamos uma coisa em mente: The Butcher’s Son, uma padaria e delicatessen vegan.

Eu fui criada vegetariana e me tornei vegana quando adulta, então eu nunca estive em uma delicatessen onde eu poderia, de fato, comer alguma coisa. Essa foi uma experiência completamente nova pra mim, para não dizer um pouco confusa.

Parece como uma deli tradicional: uma deli repleta de pedaços de carne e queijo, um menu recheado de clássicos. A linguagem é bem direta: frango, ovos, filé, bacon. É claro, a diferença é que tudo é 100% vegano.

Eu não a melhor juíza para avaliar o quanto essas alternativas à carne são realistas já que eu não tenho como fazer comparações, entretanto minha mãe ficou impressionada tanto com o gosto quanto com a textura. Eu fiquei impressionada com os molhos e os sticks de muçarela frita, os quais eu comeria diariamente num mundo ideal.

Recomendações: Fried Mozzarella and Meatball Sandwich, Bacon Macaroni Salad, Creamy Coleslaw, Potato Salad, House Made Pickle, Cheesecake.

 

Uma boa refeição no aeroporto graças a Fraîche

Uma das coisas que eu acho mais desafiadora em viagens é comer em aeroportos, mas, por sorte, o Aeroporto de São Francisco (SFO) tem um restaurante vegan-friendly. Fraîche fica no Terminal 3 e tem boas opções de comidas e bebidas simples. É o lugar ideal para comer um lanche enquanto você espera pelo seu vôo. Além do mais, eles têm wi-fi, então você pode facilmente compartilhar seus achados de comida vegana.

Recomendações: Avocado Toast, Maple Oatmeal

 

Texto escrito originalmente por Sica Schmitz para a Vilda Magazine e traduzido com autorização para o Modefica. Sica é ativista, estilista, figurinista e empreendedora. É fundadora da boutique de moda ética Bead And Reel, se dedica a ajudar mulheres se amarem por meio do que vestem e amar o mundo por meio do que compra. Ela vive em Los Angeles e passa seu (raro) tempo livro em busca de sobremesas veganas, se voluntariando em casas que lhe são caras e tentando limitar sua adoção de gatos.

Publicidade

Gostou dessa matéria? Compartilhe.
Tags

. .