3 Iniciativas Brasileiras Ajudam Mulheres A Tirar Seus Negócios Do Papel

Sejamos sinceras aqui, ainda há um longo caminho a percorrer para o fortalecimento do empreendedorismo feminino no Brasil. Embora as mulheres representem 49% das pessoas com novos negócios no país segundo levantamento realizado pelo Global Entrepreneurship Monitor 2015, os desafios para abraçar essa nova realidade são muitos e envolvem desde questões de descriminação de gênero ou despreparo, até falta de apoio da família.

Embora sejam vários os obstáculos, a realidade do universo corporativo é ainda mais desanimadora: chefes que não promovem por acreditarem que mulheres não têm habilidade para liderar com pulso firme, empresas que não as apoiam em escolhas pessoais como a maternidade e a diferença entre salários para os mesmos cargos são exemplos de como o mercado marginaliza o feminino. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Ethos em 2007, apenas 11,5% dos cargos de alta direção entre as 50 maiores empresas do Brasil eram ocupados por mulheres.

De olho nessas problemáticas, iniciativas que auxiliam na formação profissional de mulheres que empreendem ou pensam em empreender estão surgindo por ai. São formas não só de incentivar mulheres a abrirem o próprio negócio e ajudá-las a chegarem lá, como também são ferramentas para disseminar a luta por um mercado mais justo. Aqui listamos 3 iniciativas brasileiras que estão nessa missão.

Atena Haus

Publicidade

Criada em 2015 por Natália Fava e Vivian Vianna, a Atena Haus oferece conteúdo educacional das mais diversas áreas. Funciona como um Netflix de cursos e aulas, tudo com o objetivo de capacitar e incentivar mulheres que queiram desenvolver ações de protagonismo no mercado de trabalho. Ou seja, empreender ou melhorar seus empreendimentos.

Em entrevista para o site AZ Mina, as idealizadoras do projeto contam que a meta da plataforma é impactar uma parcela das 7 milhões de mulheres que consomem conteúdo educacional pela internet. ““Queremos usar modelos de sucesso feminino para empoderar as mulheres interessadas em adquirir novas habilidades ou tirar um projeto do papel e empreender”, disse Natália, à AzMina.

natalia_atena_haus

Natália Fava e Vivian Vianna // Reprodução
Além dos cursos online, a Atena Haus também promove encontros, cursos e workshops presenciais. Você pode acompanhar as novidades no YouTube e Facebook do projeto.

Olga Mentoring: Escola de Líderes

Acreditando que o empreendedorismo é uma ferramenta importante para a equidade de gênero, Nana Lima idealizou o Olga Mentoring: Escola De Líderes, uma das ações do coletivo feminista Think Olga. O projeto reuniu 8 mulheres, dentre as 300 inscritas, com perfis bem diversos para participar de aulas e workshops sobre como dar os primeiros passos rumo ao negócio dos sonhos.

Em um texto publicado no site da Você S/A, Nana conta que “o objetivo aqui não é só passar o conteúdo sobre como criar ou melhorar um modelo de negócio, mas sim entender nossas barreiras internas e externas e criar uma rede de apoio e desenvolvimento profissional feita por e para mulheres”.

O projeto teve apenas uma edição realizada em São Paulo, mas a ideia é que o modelo seja reproduzido em várias regiões do país nos próximos anos.

Rede Mulher Empreendedora

Ana Fontes foi a responsável por criar a rede de apoio às mulheres empreendedoras brasileiras, transformando preconceitos do dia a dia em combustível para conquistar mais espaço no mercado.

Procurando ser referência a todas que desejam empreender ou já o fizeram, a Rede Mulher Empreendedora trabalha para criar novas políticas governamentais, promove encontros, cafés e fóruns com o objetivo de incentivar mulheres e compartilhar cases de sucesso, além de produzir conteúdos de orientação mais básicos sobre empreendedorismo. Também é responsável por desenvolver pesquisas de perfil do empreendedorismo feminino.

Ana Fontes no TedxSão Paulo sobre sua trajetória
Uma dica extra: o Modefica também conta com a Mentoria Modefica, especialmente desenhada para mulheres da área de moda e beleza que querem empreender com consciência social e ambiental. Você pode acompanhar pela #MentoriaModefica.

Imagem Capa: Unsplash

Conheça e faça parte do Clube Modefica!
O Modefica é uma mídia independente que pensa moda, arte, alimentação e política para resiliência social e ecológica. Para manter nosso conteúdo aberto e acessível para todas as pessoas, nós precisamos da sua colaboração.
Gostou desse texto? Clique aqui e contribua com o Clube Modefica e ajude nosso conteúdo ir mais longe para amplificar a transformação positiva.
Gostou dessa matéria? Compartilhe.
Tags

. . .