Quibe De Abóbora Assado Vegano, Prático E Barato

Não é raro eu ouvir das pessoas por ai que “comida vegetariana é difícil de fazer, né?” ou “me diz uma coisa, porque é tão caro?”. Quando eu ouço esses dois questionamentos, normalmente de um perfil de pessoas bastante parecido, com certo acesso financeiro e muito acesso à informação, as duas respostas que me vêm à mente são: “provavelmente você está só usando de uma desculpa esfarrapada” e “você nunca foi muito de cozinhar, não é mesmo?”.

Porque realmente é mais complicado ser vegano (vegetariano é bem fácil, convenhamos) fora de casa. É algo que você vai aprendendo com o tempo. Mas culinária à base de plantas feita em casa é tão simples, e muitas vezes mais simples, quanto uma culinária com ingredientes vegetais. O segredo está apenas no querer. Querer é o ingrediente chave na culinária à base de plantas.

Nós já temos algumas receitas bastante simples, de doces e salgados, totalmente livres de crueldade por aqui. Na Internet, então, mais ainda. Existem receitas mais caras e complicadas? Claro, isso existe em qualquer tipo de culinária. Mas há tanto para ser feito no dia a dia, quando você não está a fim de nada elaborado, e até mesmo para quem está desenvolvendo certa habilidade na cozinha e tem dificuldades em acertar receitas.

Por aqui, eu cozinho bastante toda semana, por isso tenho algumas receitas na manga para dias que não estou muito afim ou não tenho muito tempo. Também gosto de receitas que posso congelar e uso alguns truques para ter mais praticidade na cozinha no dia a dia. Essa receita de quibe de abóbora é muito simples, saborosa e fica ótima quando combinada com arroz integral, vegetais no vapor como couve-flor e brócolis, ou ainda com outras combinações libanesas como homus, molho de tahine e babaganouch.

Publicidade

Quem quiser incrementar, a dica é rechear o quibe com homus ou, para quem tiver em casa resíduo de leite vegetal de castanha ou amêndoa, temperar bem o resíduo e fazer tipo uma ricota de recheio. Outra dica boa é enrolar o quibe no formato tradicional de quibe, colocar numa forma, congelar e depois guardar em um recipiente para quando quiser ter algo na mão bem rápido. Com uma salada, fica um ótimo lanche para viagem.

Além de ficar pronta extremamente rápido e não fazer quase louça, é uma receita bem barata, que rende bastante e não precisa de nenhum utensílio como processador, liquidificador e afins. Ou seja, não tem desculpa. Fazia tempo que queria compartilhar com vocês essa receita, mas não tinha tempo. Agora deu e é só colocar a mão na massa.

INGREDIENTES:

1 pacote de trigo para quibe
1/2 abóbora japonesa pequena*
1 cebola pequena bem picada
1 maço de hortelã
1 col de sopa de pimenta síria
1 col de sopa de sal**
Suco de meio limão
150g de castanha de caju crua e sem sal (opcional)

INSTRUÇÕES:

1. Descarte as sementes (você pode limpá-las e assá-las para um snack saudável). Asse a abóbora em uma assadeira de vidro, com a casca para cima. Desse jeito, não há necessidade de usar papel alumínio. Após assada, com o auxílio de uma colher, retire toda a polpa – não vamos usar a casca.
2. Prepare o quibe para trigo conforme instruções do pacote.
3. Para o quibe não ficar muito úmido, escorra bem a água do trigo com a ajuda de uma peneira.
4. Acrescente a abóbora e todos os outros ingredientes. Misture bem com as mãos.
5. Prove e ajuste os temperos
6. Coloque numa tigela de vidro untada com azeite
7. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos ou até o kibe ficar dourado

*Você pode colocar menos ou mais abóbora, vai do quão úmido e fofo você quer o seu quibe.
**A quantidade de sal vai depender do tipo de sal que você está usando. Nessa receita foi usado sal marinho grosso batido no liquidificador para ficar pó.

Imagens: Time Modefica

Gostou dessa matéria? Compartilhe.
Tags