Um Roteiro Vegan-Friendly Imperdível Para Quem For À Capital Chilena Nessa Temporada

Depois de tanto ouvir coisas boas sobre o Chile, o país se tornou um destino obrigatório para as próximas férias. Apesar de sempre escutar sobre suas paisagens maravilhosas, Santiago foi a cidade escolhida, pois combinava bem com a minha intenção de fazer uma viagem urbana, tranquila e relativamente curta.

Além das paisagens, a comida chilena é sempre elogiada tornando o destino ainda mais atraente. Porém, os elogios costumam vir de onívoros, então eu não fazia ideia se a cidade teria boas opções de restaurantes vegan-friendly.

Apesar de não ter nenhum problema em almoçar em restaurantes cujo menu é onívoro, considerando que, de forma geral, é bastante simples solicitar adaptações nos pratos, transformando-os em vegetarianos estritos, dou preferência a lugares veganos. Gosto de incentivar esse tipo de estabelecimento e ter o conforto de poder consumir qualquer item do cardápio.

Surpreendentemente, uma pesquisa rápida me mostrou que Santiago não só é uma cidade cheia de restaurantes veg-friendly, como também conta com alguns estabelecimentos totalmente veganos. Tudo isso definitivamente me deixou ainda mais animada para visitar a capital chilena.

Publicidade

Compartilho com vocês uma lista de indicações para quem está de viagem marcada pra lá. Além de restaurantes, algumas sugestões de passeios também são bem válidas e estão listada aqui. ¡Buen viaje!

santiago-chile-vegan-bunker-2
Vegan Bunker

Com certeza minha maior indicação. A localização não é a melhor – em relação aos outros restaurantes, fica um pouco longe do metrô e não há nada mais de turístico para conhecer na região, mas é tão incrível que até valeu duas visitas numa mesma viagem.

O cardápio é inteiro vegetariano estrito, o lugar tem uma decoração linda e a comida é a melhor que provei na cidade. Você pode escolher entre o menu do dia ou algum lanche do cardápio. Apesar das opções de prato principal serem muito boas, recomendo os lanches, foram eles os responsáveis por me fazer voltar.

Evitando reforçar padrões de gênero, o banheiro não é dividido entre masculino e feminino, e eles explicam porque decidiram por fazer dessa maneira.

Endereço: Fresia 529

santiago-chile-planta-maestra-1
Planta Maestra

Outro restaurante bastante afastado do metrô, mas também imperdível. O cardápio completamente vegetariano estrito inclui várias opções crudívoras, além de um prato principal que muda a cada dia. Como fomos almoçar cedo, o menu do dia ainda não estava disponível, então pedimos uma lasanha crudívora e uma porção de sushis. As duas opções estavam incrivelmente boas.

Endereço: Antonio Varas 1370

santiago-chile-holm
Holm – Pan Feliz

Uma descoberta que tivemos justamente no último dia de viagem. Estávamos procurando a Holm Ensaladería quando nos deparamos com essa loja de pães da mesma rede, logo ao lado da especializada em saladas. Fomos convidados a provar todos os pães vegan-friendly da loja e nenhum decepcionou. Pessoas que não podem ou evitam glúten também encontrarão várias opções. A loja fica a poucos passos da estação de metrô Pedro de Valdívia e os pães podem ser comprados por unidade ou peso.

Endereço: Padre Mariano 103

Publicidade

santiago-chile-arte-vegetal
Arte Vegetal

Lojinha localizada perto do Palacio de la Moneda. Todas as opções são vegetarianas estritas e há tanto produtos feitos no local (lanches, saladas e sobremesas) quanto industrializados, como leites vegetais. O lugar é bem pequeno e tudo é vendido já embalado para viagem. Compramos lanches e salada para uma noite que queríamos jantar no apartamento.

Endereço: Nva Amunátegui 1415

santiago-chile-la-taqueria-mexicana
Taqueria La Mexicana

Este é o único restaurante da lista não localizado em Santiago. Conhecemos no dia em que visitamos Valparaíso e Viña del Mar, no litoral chileno. O que era para ser apenas uma “opção segura” – afinal, no mínimo teríamos guacamole – se tornou um dos melhores da viagem. Pedimos guacamole como entrada e uma porção de tacos como prato principal. O cardápio tem vários pratos lacto-vegetarianos e eles tiram queijos e cremes sem problemas.

Endereço: Calle Valparaíso 1137, Viña del Mar

santiago-chile-fabrica-pizza-2
Fábrica de Pizza

A pizzaria fica em uma região super agradável, pertinho do Cerro San Critobál. O cardápio conta com uma opção originalmente vegan-friendly no cardápio: a massa é levinha e os ingredientes – simples, sem grande invenção – são muito bem temperados. Aproveite para jantar no dia em que visitar o Cerro ou a La Chascona, casa de Pablo Neruda.

Endereço: Pío Nono 105

santiago-chile-el-huerto-1
El Huerto

Localizado numa rua calma e silenciosa no bairro da Providência, já vale pelo passeio na região. Fica a poucos passos do calçadão e do gramado que acompanham o rio Mapocho, onde pessoas aproveitam para caminhar, andar de bicicleta ou simplesmente passar o tempo. O cardápio é ovo-lacto-vegetariano, mas as opções vegetarianas estritas aparecem sinalizadas e, apesar de não serem muitas, são muito boas. É um dos únicos restaurantes vegetarianos/veganos que servem vinho, então é uma boa pedida para quem quiser experimentar os vinhos chilenos.

Endereço: Orrego Luco 054

santiago-chile-soju
Soju

Restaurante ovo-lacto-vegetariano no centro da cidade, próximo à Plaza de Armas. O cardápio muda conforme o dia e a maior parte das opções é vegan-frienldy. Não está entre meus preferidos, mas considero uma boa opção para dias com atrações turísticas do centro, principalmente pelo preço justo e localização.

Endereço: Galería Santiago, Local 17

Deixei de fora do roteiro muitos outros restaurantes vegetarianos (com possibilidade de adaptações veganas) pela falta de tempo. Além disso, é comum ver pelas ruas de Santiago opções vegetarianas nos cardápios dos restaurantes.

Publicidade

Para quem faz questão de doces, minhas indicações são duas sorveterias com boas opções veganas: Il Maestrale, no Pátio Bella Vista, e Zenzero, no shopping Costanera. Na Zenzero, além das opções à base de água também é possível encontrar várias à base de leite de arroz.

Mas não é tudo sobre comida.

Em relação aos passeios pela cidade, não posso deixar de citar meu amor pelos parques e praças de Santiago, além dos famosos Cerros, que permitem ver a cidade do alto. Apesar do Cerro San Cristobál ser o ponto mais alto da cidade e a vista realmente ser muito incrível, o meu preferido certamente foi o Cerro Santa Lucía. O local é muito bem cuidado, ótimo para passar a tarde. E como em todo lugar de Santiago, muitos cachorros gostam de dormir e pedir atenção para quem passa (quem lembra daquela campanha “Estoy aquí”, feita por dois estudantes chilenos?).

Para fazer o roteiro turístico, recomendo andar principalmente a pé. Apesar de ter usado muito o metrô, as distâncias entre as principais atrações do centro não são grandes e as ruas são planas, o que facilita muito a caminhada. É uma forma de conhecer a dinâmica da cidade, descobrir cantos não inclusos no roteiro (no meu caso, o Pátio Bella Vista) e aproveitar a vista proporcionada pela Cordilheira dos Andes.

Fora de Santiago, recomendo a visita à Valparaíso, localizado a duas horas de viagem da capital. O interessante é subir os vários Cerros e percorrer as ruas coloridas, grafitadas e íngremes da cidade portuária. Apesar de um pouco confusas à primeira vista, são muito fáceis de localizar após pouco tempo de caminhada. A vizinha Viña del Mar não acho que seja imperdível, honestamente. A cidade é bonita e tem um dos melhores restaurantes que fui na viagem, mas confesso que decepcionou um pouco, ainda mais depois de conhecer Valparaíso.

O pouco que conheci do Chile deixou ainda mais forte a vontade de conhecer as outras paisagens que diferem tanto da urbana e movimentada capital. Para as próximas viagens ao país, certamente escolherei me aventurar mais e conhecer os roteiros já descritos pela Cínthia.

Fotos: Arte Vegetal: Reprodução // Vegan Bunker: Reprodução // Demais: Nathália Mori

Conheça e faça parte do Clube Modefica!
O Modefica é uma mídia independente que pensa moda, arte, alimentação e política para resiliência social e ecológica. Para manter nosso conteúdo aberto e acessível para todas as pessoas, nós precisamos da sua colaboração.
Gostou desse texto? Clique aqui e contribua com o Clube Modefica e ajude nosso conteúdo ir mais longe para amplificar a transformação positiva.
Gostou dessa matéria? Compartilhe.
Tags

. .