apoie o modefica

Somos uma organização de mídia independente sem fins lucrativos. Fortaleça o jornalismo ecofeminista e leve a pauta mais longe.

O Que Marcou 2015: Uma Retrospectiva Com Os 15 Momentos Mais Comentados Do Ano

Publicada em:
Atualizada em:
Texto
  • Marina Colerato
Imagens

Reprodução

6 min. tempo de leitura
Share on twitter
Share on pinterest
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

No mundo todo, 2015 foi um ano marcado por lutas, tragédias, atentados, crise política etc. Mas o ano teve também diversos pontos bons, como o avanço do feminismo e a igualdade de gênero sendo tema de diversas mobilizações na Internet e fora dela. Na militância dos direitos dos animais, inegavelmente tivemos alguns avanços também, com o veganismo sendo pauta frequente por conta das relações de alimentação e saúde, e alimentação e meio ambiente.

Nós fizemos uma retrospectiva com os momentos mais marcantes do ano. Das tragédias às vitórias, estão todos reunidos aqui.

– Piloto alemão derruba avião nos Alpes.

retrospectiva-acontecimentos-2015-piloto-alemao-derruma-aviao

Andreas Lubitz foi acusado de bater deliberadamente um avião com 150 pessoas mais equipe nos Alpes suíços. O acidente não deixou nenhum sobrevivente. O voo comercial 4U9525 ia de Barcelona à Düsseldorf.

– Terremoto no Nepal deixa milhares de desabrigados.

retrospectiva-acontecimentos-2015-terremoto-nepal

O Nepal passou por uma série de terremotos em abril e maio que devastaram o país e mataram mais de 20 mil pessoas.

– Peles e foie gras viram debate e são proibidos em São Paulo.

retrospectiva-acontecimentos-2015-foie-gras

Depois de muita pressão e controvérsia, a lei contra a exploração e comércio de peles de animais e foie gras é publicada no Diário Oficial e começa a valer em São Paulo. Mesmo com a organização dos restaurantes entrando com recurso para suspender a lei, a primeira vitória mostra que o ativismo animal tem conseguido cada vez mais espaço nas pautas políticas. Lembrando que, no ano passado, foi sancionada a lei que proibiu os testes em animais para cosméticos e produtos de higiene em todo o estado de São Paulo.

– A leoa Cecil é caçada no Zimbabue.

retrospectiva-acontecimentos-2015-cecil-leao

Depois da leoa Cecil ser morta pelo dentista que pagou USD50.000 para cacá-la (dentro de um parque de proteção) no Zimbabue, discussões sobre troféus de caça na África – é sustentável, é legal, deveria ser proibido? – suscitaram na Internet com opiniões de diversos especialistas. Grupos de proteção animal e ambiental tentam proibir a caça na África já que ela pode, de fato, prejudicar e diminuir as populações das espécies ao invés de aumentá-las.

– Estados Unidos e Cuba retomam relações.

retrospectiva-acontecimentos-2015-estados-unidos-e-cuba

Estados Unidos e Cuba restabeleceram as relações diplomáticas e abriram embaixadas nas respectivas capitais após meio século de inimizade. Entretanto, como o UOL destaca, apesar do restabelecimento das relações diplomáticas, EUA e Cuba ainda terão temas pendentes em seu processo de normalização, que, segundo ambos os lados reconhecem, não poderá ser fechado até que se suspenda o embargo imposto à ilha em 1962, algo que só pode ser feito pelo Congresso americano.

– Crise de refugiados alcança níveis recordes no mundo.

retrospectiva-acontecimentos-2015-crise-de-refugiados

Milhares de pessoas foram obrigadas a deixar seus países e suas casas por conta de crises políticas e guerras civis que assolaram o mundo. Em 2015, o número de refugiados alcançou níveis recordes e as implicações sociopolíticas foram diversas. A foto do menino de 3 anos morto na praia turca causou alvoroço e suscitou discussões sobre a pior crise de refugiados já enfrentada pelo mundo desde a Segunda Guerra Mundial.

– Viola Davis é a primeira mulher negra a ganhar um Emmy.

retrospectiva-acontecimentos-2015-viola-davis-emmy

Depois de 67 anos de premiação, Viola Davis foi a primeira mulher negra a ganhar o Emmy de melhor atriz na categoria “série dramática” por seu papel em “How To Get Away With Murder”. Comédia e minissérie eram as únicas categorias que já tinham premiado mulheres negras.

– O feminismo virou tema no ENEM.

retrospectiva-acontecimentos-2015-feminismo-no-enem

O ENEM fez todo mundo que prestou a prova falar sobre feminismo e igualdade de gênero com o tema da redação “a persistência da violência contra a mulher no Brasil” e uma questão citando O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir. Aliás, 2015 foi o ano em que o feminismo virou pauta em campanhas, revistas e manifestações.

– Tragédia de Mariana revela o descaso das empresas e governo com o meio ambiente.

retrospectiva-acontecimentos-2015-mariana

No dia 5 de novembro, as barragens de dejetos de Fundão e Santarém, da Samarco (união da Vale e BHP Billiton), se romperam despejando cerca de 50 toneladas de lama ao longo de 850 quilômetros do Rio Doce nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O desastre deixou 8 mortos e 11 desaparecidos, além de milhares de pessoas sem água.

– A guerra civil da Síria chega a 4 anos e não mostra sinal de melhoras.

retrospectiva-acontecimentos-2015-crise-siria

Resumidamente, a BBC explica o conflito em uma matéria detalhada sobre quem ganha e quem perde com a guerra: “Ao longo dos últimos quatro anos e meio, mais de 200 mil sírios morreram no conflito entre tropas leais ao presidente Bashar al-Assad e as forças de oposição. A guerra já destruiu bairros inteiros e deixou 11 milhões de desabrigados. A oposição se fragmentou até incluir facções islâmicas com vínculos com a Al-Qaeda, cujas táticas brutais têm causado preocupação e levado à violência até mesmo entre os rebeldes. O recente envolvimento da Rússia nos bombardeios contra o grupo extremista autodenominado “Estado Islâmico” (EI) na Síria contribuiu para a escalada de tensão no conflito”.

– Atentados marcam o ano em Paris.

retrospectiva-acontecimentos-2015-ataques-paris

Os franceses viraram assunto no mundo após o atentado ao jornal Charlie Hebdo e os ataques terroristas que aconteceram simultaneamente em três pontos de Paris em novembro, esse último considerado o pior ataque na história da Europa nos últimos 11 anos. Os ataques desencadearam uma represália ainda mais intensa para com as comunidades muçulmanas que vivem no país.

– Estudantes das escolas públicas de São Paulo lutam contra a reorganização proposta pelo Estado.

retrospectiva-acontecimentos-2015-invasao-escolas

Cerca de 25 escolas públicas foram ocupadas em movimentos contra a “reorganização” proposta pelo governador Geraldo Alkimin em São Paulo. A reorganização pretendia fechar 92 escolas e remanejar 300 mil alunos – São Paulo conta com 5.147 escolas e 3,8 milhões de estudantes. As manifestações e ocupações dos estudantes resultaram em vitória já que a organização foi temporariamente suspensa.

– Marcha do Clima e o acordo histórico da ONU.

retrospectiva-acontecimentos-2015-marcha-do-clima

A Marcha Mundial Pelo Clima aconteceu em diversos locais pelo mundo: Londres, São Paulo, Nova York, Paris e outras cidades do mundo receberam o manifesto de milhares de pessoas preocupadas com o aquecimento global e com os impactos negativos da mudança climática. Dias depois, 190 países chegaram a um acordo sobre as atitudes que devem ser tomadas para alcançar emissões de CO2 zero e outros objetivos. O COP21 é o resultado de sete anos de negociações e a Casa Branca considera esse acordo o mais ambicioso de todos os tempos.

– Votação feminina na Arábia Saudita.

retrospectiva-acontecimentos-2015-votacao-feminina-saudita

No dia 12, as mulheres da Arábia Saudita puderam votar pela primeira vez na história do país, além de concorrer a cargos de poder. A Arábia Saudita era o último país no mundo a negar às mulheres o direito de voto. Foram 800 candidatas femininas em frente à 6 mil candidatos homens, e menos de um eleitor em cada dez é mulher. Segundo o G1, a organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch saudou as eleições como um passo para uma maior participação das mulheres na vida política, sublinhando que “a Arábia Saudita continua a discriminar as mulheres através de uma miríade de leis, políticas e práticas”.

– Museu Da Lingua Portuguesa e Estação Da Luz pegam fogo em São Paulo.

retrospectiva-acontecimentos-2015-incendio-luz

Dias antes de fecharmos nossa retrospectiva de 2015, o Museu da Lingua Portuguesa, um dos museus mais visitados da América Latina, e parte da Estação da Luz pegaram fogo. O incêndio, difícil de ser controlado, deixou um bombeiro morto. O teto restaurado e os dois andares do prédio foram queimados. O acervo do museu não foi prejudicado, pois parte é digital e outra parte não estava no local.

* * *

Jornalismo ecofeminista a favor da justiça socioambiental e climática

Para continuar fazendo nosso trabalho de forma independente e sem amarras, precisamos do apoio financeiro da nossa comunidade. Se junte a esse movimento de transformação.

Continue lendo