apoie o modefica

Somos uma organização de mídia independente sem fins lucrativos. Fortaleça o jornalismo ecofeminista e leve a pauta mais longe.

SPFW: Ronaldo Fraga Apresenta “Fúria Das Sereias”, Em Um Coleção Inspirada na Força Criativa Feminina

Publicada em:
Atualizada em:
Texto
Imagens
min. tempo de leitura
Share on twitter
Share on pinterest
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Ronaldo Fraga é considerado o “designer consciente” da São Paulo Fashion Week. Mas não aquele consciente chato ou que faz coisas de aspecto duvidoso, muito pelo contrário. Com garra, talento e otimismo, ele foi conquistando seu espaço com coleções luxuosas e bem executadas, sempre mais preocupado em levar questionamentos sociais do momento do que tendências à passarela.

Por sua relação particular com o universo da moda, e por ser um dos únicos que ainda transforma as passarelas paulistanas em algum tipo de espetáculo ou manifesto, seus desfiles sempre dão o que falar, sem precisar de top celebridades para isso. Dessa vez não foi diferente: sala de desfile lotada e backstage concorridíssimo, todos querendo saber mais sobre as inspirações e referências do estilista.

O desfile começou com um mar simulado por plástico bolha e com mulheres de bustos desnudos, vestindo apenas tecidos imitando caldas de sereia, sentadas sobre vários pneus. Mulheres de várias idades, amigas ou amigas de amigas do estilista, mostravam a diversidade da beleza da mulher brasileira. “Hoje parece que é pecado estar acima do peso, ser velho, (sempre foi pecado ser) negro ou marrom”, explicou ele.

Sereias essas que representavam o verão 2016 do designer. A coleção intitulada “Fúria das Sereias” surgiu junto com o trabalho artesanal de um grupo de mulheres empreendedoras do litoral de João Pessoa, batizado em consentimento com o próprio Ronaldo, de “Sereias da Penha”. Essa força criativa de mulheres diversas transforma fios de pescador, escamas de peixes descartadas e conchas em biojoias e peças bordadas.

ronaldo-fraga-spfw-2015-01

ronaldo-fraga-spfw-2015-02

ronaldo-fraga-spfw-2015-03

ronaldo-fraga-spfw-2015-04

ronaldo-fraga-spfw-2015-05

ronaldo-fraga-spfw-2015-06

Todas as peças bordadas e todos as joias do desfile foram feitas por elas. A coleção nasceu junto com o projeto, que já existia de maneira informal. Ronaldo foi chamado pela prefeitura local para analisar o potencial criativo dessas mulheres e auxiliar na criação de um grupo que, além de gerador de renda, fosse relevante dentro da economia criativa do país. O projeto é uma iniciativa entre o IFPB – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Projeto João Pessoa Artesã, Sebrae e o Governo Federal (PRONATEC – Mulheres Mil) e as artesãs da comunidade da Praia da Penha.

Ronaldo tem uma relação com a economia solidária e com o fazer artesanal de grupos espalhados pelo Brasil faz tempo, mas há apenas três coleções que ele leva os grupos à São Paulo Fashion Week. Por que? Ele responde: “Eu sempre tive muita cautela, muito pudor para trazer essas pessoas para cá. Mas elas fazem um trabalho incrível e não têm vitrine, não têm vitrine para vender o trabalho. Então (para começar a dar visibilidade) eu comecei a destacá-las no SPFW”.

Além do material usado pelas “Sereais da Penha”, Ana Vaz foi a responsável pelo tricô de papel misturado ao fio de lurex e aos fios da poliamida Amni Soul Eco. O Amni Soul Eco é uma fibra sintética biodegradável criada pelos laboratórios da Rhodia no Brasil, com processo de decomposição recorde de 3 anos nos aterros sanitários (a poliamida normal leva cerca de 10 anos), transformados em tecidos pela brasileira Santa Constância. Pela segunda vez consecutiva, o designer usa o material em sua coleção.

A estampa de oferendas foi criada a partir de uma foto tirada em Olinda e foi uma referência sutil contra à demonização das religiões de matriz africana. Além dessa estampa, o jacquard construído com esqueletos de sereia completou a coleção. Por fim, o vestido final, em um terra avermelhado, com efeito sanfonado foi feito a partir da mistura de um fio de poliamida usado na produção de pneus e, segundo o estilista, “essa série final simboliza o cabelo da sereia.”

“A moda tem o poder de olhar para lugares inóspitos e enxergar poesia”, finaliza Ronaldo.

ronaldo-fraga-spfw-2015-07

ronaldo-fraga-spfw-2015-08

ronaldo-fraga-spfw-2015-09

ronaldo-fraga-spfw-2015-10

ronaldo-fraga-spfw-2015-11

ronaldo-fraga-spfw-2015-12

ronaldo-fraga-spfw-2015-13

ronaldo-fraga-spfw-2015-14

ronaldo-fraga-spfw-2015-15

ronaldo-fraga-spfw-2015-16

ronaldo-fraga-spfw-2015-17

ronaldo-fraga-spfw-2015-18

ronaldo-fraga-spfw-2015-19

ronaldo-fraga-spfw-2015-20

BELEZA

ronaldo-fraga-spfw-2015-beleza

DETALHES

ronaldo-fraga-spfw-2015-detalhe

Fotos: Agência Fotosite // Reprodução

* * *

Jornalismo ecofeminista a favor da justiça socioambiental e climática

Para continuar fazendo nosso trabalho de forma independente e sem amarras, precisamos do apoio financeiro da nossa comunidade. Se junte a esse movimento de transformação.

Continue lendo