apoie o modefica

Somos uma organização de mídia independente sem fins lucrativos. Fortaleça o jornalismo ecofeminista e leve a pauta mais longe.

SPFW: UMA Raquel Davidowicz Tem Minimalismo e Slow Fashion

Publicada em:
Atualizada em:
Texto
Imagens
min. tempo de leitura
Share on twitter
Share on pinterest
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

“A Força Feminina Em Uma Nova Era” foi o tema da coleção desfilada ontem, 13/04, pela UMA Raquel Davidowicz. Na passarela, as peças quebram a barreira de gênero tornando difícil uma distinção clara entre feminino e masculino.

Em momento oportuno, a estilista mostra que, com uma boa visão de moda, peças bem construídas e pensadas de maneira otimizada podem ser andróginas sem crise, preservando a feminilidade, ou, por outro lado, a masculinidade (a marca reviveu sua linha masculina nessa edição), quando convém.

As roupas foram desfiladas em modelos com uma beleza limpa, pele iluminada e lábios levemente brilhosos, no melhor estilo no-make make up, ao som de uma trilha leve e gostosa, assim como a proposta da estilista para a estação.

UMA-spfw-2015-001

UMA-spfw-2015-005

UMA-spfw-2015-004

O verão fluído da UMA, à base de tecidos naturais como o algodão e o linho, propôs estampas gráficas, hora com referências do pintor americano influente no expressionismo abstrato Jackon Pollock, hora com linhas retas, inspiradas nas obras do artista americano contemporâneo Frank Philip Stella, em uma cartela de preto, brancos cinza concreto.

Para manter o clima leve, Raquel trocou o couro dos sapatos e das bolsas por brims pesados de algodão. Segundo a marca, todo o processo de estamparia dos acessórios foi feito de maneira artesanal, valorizando a riqueza do trabalho manual, deixando de lado a loucura do fast-fashion e entrando em um ritmo mais slow.

A UMA é referência de moda minimalista desde seu surgimento, com peças versáteis, atemporais, tecidos leves e relaxados, sempre mantendo uma estética urbana e desejável. Para o verão, as formas conversaram com referências do Oriente Médio com túnicas, camisas alongadas e ilusão de túnicas sobre saias.

Todas essas referências fazem da mulher UMA a minimalista mais elegante da cidade. A UMA nasceu primeiro, mas sua estética lembra muito a americana The Row, das gêmeas Mary Kate e Ashley Olsen, quem conhece não demora para fazer a ligação, quem não conhece e gosta da UMA, logo vai se encantar com a marca americana também.

UMA-spfw-2015-011

UMA-spfw-2015-012

UMA-spfw-2015-014

BELEZA

UMA-spfw-2015-detalhe-001

DETALHES

UMA-spfw-2015-detalhe-002

Fotos: Agência Fotosite//Divulgação

* * *

Jornalismo ecofeminista a favor da justiça socioambiental e climática

Para continuar fazendo nosso trabalho de forma independente e sem amarras, precisamos do apoio financeiro da nossa comunidade. Se junte a esse movimento de transformação.

Continue lendo